domingo, 22 de março de 2015

"Ansiedade"



Amanhã, já quero ontem,
como em todas as manhãs
– e que cheguem de uma vez.
Quero o dois após o três
quando ainda conto o zero.
Quase sempre desespero:
só eu sei o que quero e o quanto...

O depois, almejo agora,
cada hora que não chega,
tempo besta que não passa.
Faço o fez antes do faça
e não disfarço o meu espanto:
frustração que cai com o pranto
se não sei o que quero e o quanto.



 In: "Manual Da Poesia Fajuta" (2015)
Wattpad: http://www.wattpad.com/story/34943282 

Nenhum comentário: